Mandalas e as Cores – O Amarelo

1220 0

É a cor da vivacidade, da alegria, do desprendimento e da leveza. Produz relaxamento, desinibição, brilho, reflexibilidade, alegria espirituosa e espiritualidade. Psicologicamente, o amarelo está ligado à liberação da carga da responsabilidade excessiva, à redução dos complexos, à diminuição da inquietação, da ansiedade e das preocupações. Tudo de um modo suave, mas não inconseqüente. O amarelo é uma cor ativa, expansiva, ambiciosa, excêntrica e inquiridora. Está ligada a certos estados da alma, como euforia, a variabilidade, a expectativa e a espontaneidade. E está relacionada com a originalidade, a mente radiante, a franqueza, a luz solar e a felicidade.

A pessoa atraída pelo amarelo é irregular em sua atividade, mas não chega a ser irresponsável ou volúvel. Se o verde significa persistência, o amarelo é mutabilidade; se o verde é tensão, o amarelo é relaxamento e flexibilidade. É uma cor infantil e igênua.

Efeitos orgânicos

O amarelo tem ação antidistômica, estabelecendo certo grau de equilíbrio entre o sistema nervoso simpático e o parassimpático. Como o vermelho, o amarelo também tende a elevar a pressão sanguínea, só que com menos intensidade. Reduz levemente a produção de ácidos gástricos.

Indicações

Manias, idéias fixas, preocupação excessiva, fixação em aspectos materiais da vida como lucros, acúmulo de bens, etc., estafa mental, excesso de senso de responsabilidade, fraqueza com pressão baixa, úlceras gástricas e duodenal, choro excessivo e constante, falta de confiança no futuro, diarréias nervosas, colites nervosas, doenças psicossomáticas em geral.

Contra-Indicações

Imaturidade, infantilidade, doenças mentais, oligrofrenia (demência), síndrome de Down, crianças com distúrbios da fala, mau desenvolvimento psicomotor, impuberdade psíquica, sugestionabilidade, pressão alta, atraso menstrual, falta de memória, baixa capacidade de concentração e de cálculo.

Mandalas com a cor amarela:


Tags:

Deixe uma resposta